Textos


CESARE BECCARIA E A MINHA INDIGNAÇÃO
 
Eu sofro de mimfobia
tenho medo de mim mesma
mas,me enfrento todo dia.
Millôr
 


Tenho muito medo quando fico indignada;ás vezes peço a Deus que me livre de mim ,pois,sei que sou incontrolável.A injustiça me dói.A parcialidade me incomoda.
Quando me encontro assim , pronta a dar murro em faca de ponta,procuro um lenitivo nos livros;e,hoje cedo,ao despontar do dia e depois de cumprimentar o Sol,fui ler Beccaria,no jardim,ao lado dos meus gatos.Beccaria foi a primeira e mais poderosa voz a gritar em nome da humanidade , contra a tradição jurídica e a legislação penal ,denunciando julgamentos parciais e secretos,as torturas  e o confisco de bens.Uma das suas  teses é  a igualdade,perante a lei,das pessoas que cometem o mesmo delito.Não,Beccaria não era tucano,provavelmente nunca conheceu essa ave  e achava que o juiz não devia se ater apenas aos autos,mas,também reconhecer a humanidade de cada reu.Voltaire,Diderot e Hume,indivíduos muito superiores á tchurma de Porto Alegre e Paraná, humanistas que muito fizeram pela civilização e em prol das leis,aplaudiram seus livros e escritos.Acrescentemos ,também,o imortal Montesquieu,porque a verdade é a mesma em toda parte.
Aqueles que sabem pensar   -se só me interessa escrever para esses -aqueles que estão interessados muito mais nas ideias do que na colocação de vírgulas ,saberão tirar proveito dos excertos abaixo escritos pelo grande jurista e humanista no seu livro "DOS DELITOS E DAS PENAS",que transcrevo abaixo:
"Se a prisão constitui apenas uma maneira de deter o cidadão até que ele seja considerado culpado,como tal processo é angustioso e cruel,deve,na medida do possível,amenizar-lhe o rigor e a  duração.O cidadão preso deve ficar  confinado apenas até a instrução do processo."
Tem mais:
"Que contraste tremendo entre a preguiça de um juiz e o desespero de um acusado!De um lado um magistrado insensível,que passa os dias  no bem - estar e nas delícias e do outro um desgraçado que definha,triste no fundo de uma cela,isolado dos seus e da sociedade."
Se o mestre Cesare vivesse hoje o que ele diria desta nossa* justi$$a ,destes nossos *maugistrados ,dessa presidente de tribunal  com tantos esqueletos guardados no armário ,qua ainda não entendeu que ela não É presidente ,ela ESTÁ presidente e,um dia,o feitiço pode virar contra o feiticeiro.E,de bruxas ,nossa justi$$a está cheia.
Um país que perdeu a confiança na justiça é um país perdido e capaz de voltar á barbárie fazendo justiça com as próprias mãos.
Misturar política com leis é um ato muito perigoso.
Quem viver,verá!
*Para os patrulheiros de plantão ,eu sei Português e escrevi assim propositalmente.
 
Miriam de Sales Oliveira
Enviado por Miriam de Sales Oliveira em 13/07/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr