Textos


CURTAS E GROSSAS
Se o amigo leitor é brasileiro deve estar situado em uma dessas posições,ou está devendo a alguém ou alguém está devendo a você.Se estiver devendo a alguém ,principalmente se for a bancos e cartões de crédito ,estará no SPC ,com fama de mau pagador,mesmo que   não seja um caloteiro de carteirinha como algumas grandes empresas brasileiras,estará recebendo telefonemas por minuto de alguém de um call- center ao qual  não deve nada ,mas,que se acha no direito de lhe cobrar uma dívida que você não tem com ela,porque é o moderno capitão do mato e está fazendo isso por um minguado salário  que lhe paga uma empresa de advogados inescrupulosos que,por não passarem no exame da OAB e,por isso,não podem abrir uma banca,viram os novos  cobradores de dívidas alheias  já que os banqueiros ou comerciantes ,os verdadeiros donos do débito não querem aparecer e ,como os "gerentes" do tráfico,mandam seus asseclas assediar e humilhar pessoas.Algo como o" homem de vermelho "de antigamente,lembram?  comuns nos bairros pobres  e motivo de vergonha para uns e fofocas para os vizinhos.
Mas,a recíproca não é verdadeira quando se trata das nossas empresas,pilares do capitalismo,todas muito honradas e  honestas,mas,que nem por isso deixam de pagar propinas a políticos, dever alguns bilhões  seja através de sonegação de  impostos ou a débitos com a Previdência   ou por algumas  manobras dos seus contadores,homens todos muito honrados,bons pais de família ,pertencentes ao Lions Club ou rotarianos,enfim,homens bons.
A quantidade de empresas inadimplentes no Brasil  chegou a perto de 6 milhões ,um recorde nunca antes acontecido na história deste país.A desculpa?A greve dos caminhoneiros.Vejam vocês o poder da roda que pode quebrar um país. E,porque não vêm as ferrovias?
Agora,se você meu amigo leitor tiver tirado a Mega Sena ou herdado de algum parente trilionário e não sabe o que fazer com tanto dinheiro ,pode comprar a mansão de Mangaratiba, do Casal Vinte do Rio de Janeiro ,Sérgio Cabral e  Adriana ,avaliada em 6,4 milhões de reais e continuar promovendo festas memoráveis ,distribuindo seus amigos pelos 500 metros quadrados,festas regadas a muito champanhe e caviar.Não teriam a classe de Teresa e Didu de Souza Campos,mas,dá pro gasto.
E,por favor,não esqueça de me convidar.Nada como uma taça de Veuve Cliquot para eternizar as amizades.A viúva,aqui,não é Cliquot,mas,aceitará o convite com muita alegria.
 
 
Miriam de Sales Oliveira
Enviado por Miriam de Sales Oliveira em 04/07/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr